sábado, 30 de agosto de 2008

Rio de prata, pirata, vôo sideral na mata.



Esta capa é da versão original da trilha do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, de 1977.

Não é que a gente não tenha mais música infantil boa pra ouvir e aplicar os filhos e os sobrinhos. Mas é que antigamente essas coisas preciosas apareciam nos comerciais da Globo, e a gente infernizava o ouvido do pai e da mãe até ganhar. Hoje, os pobres pais têm que sair garimpando as boas produções. E, logicamente, ninguém vê um menino pedir de aniversário o último CD do “Palavra Cantada”, o infantil do “Amaranto”, o da “Adriana Partimpim”. Os pais, então, (não são todos) esquecem essas buscas de lado. Eu mesma, que tenho sobrinhos, não me lembrava mais dessa trilha.

Me deliciei com as perolazinhas que eu ouvia à tarde, chegando da aula. Tem o tema principal do Gil (que a gente só lembra da primeira e da segunda parte), tem um espetáculo de música do João Bosco, “Meu caro Visconde”. Tem a Lucinha Lins cantando “Narizinho”, bem diferente da versão da Ivete Sangalo. Tem os Doces Bárbaros em uma performance muito engraçada, cheia dos uivos da Gal e do Gil. Essa dá pra pular. A "Tia Nastácia" é de Dorival Caymmi. E tem o Jards Macalé cantando “Tio Barnabé” com a Marlui Miranda, que até hoje continua sumida. Aliás, um dos melhores e mais desconhecidos CDs do Gil tem várias participações dela, “O Sol de Oslo”.

Voltando ao “Sítio”, mais uma vez sou obrigada a dizer que música boa não fica velha. As dessa trilha são todas inventivas e inteligentes. E a maioria dos arranjos permanece muito atual. Postei nos comentários o link para ouvir o CD completo. Pra comprar, é só buscar no Google.

Os caminhos mudaram, mas a gente ainda encontra um universo paralelo pra ir e levar as crianças.

5 comentários:

Anônimo disse...

Para ouvir - Rádio Uol:
http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/player/frameset.php?opcao=umcd&nomeplaylist=009212-5<@>Sítio_do_Picapau_Amarelo_-_Edição_Original

Walquíria Raizer disse...

elena, minha querida!
comprei o computador. bem imagina como estou. numa cadência doida.
chama-se pedro. é. dei o nome de pedro!
(...)
quero muito ir te ver, te visitar.
ontem passamos (eu e as meninas) pelo restaurante das bacias coloridas. temos que ir lá!
rs
beijos, beijos, wal

Elena disse...

Ei, minha querida!! Que notícia boa, heim?! Agora vamos ficar mais pertinho. Venha pra cá quando quiser, Wal. Aproveite a próxima vinda da Carol! E nós vamos mesmo "nas bacias coloridas" comer japonês. Não vai demorar. Um beijão.

Aroeira disse...

como sempre, muito bom. bom o resgate, boa a forma de contar, bom o fato de haver e ouvir música e boa e certeira a frase de encerramento.
pa-ra-béns.

Elena disse...

E, como sempre, muito bom ler seu comentário. Beijo e obrigada.